1 de mar de 2012

Vitória que da gosto

Seguem uns prints referentes aos momentos que mais me agradaram em 4 partidas com o mesmo oponente e um resultado final de 3 a 1.

Ah! Eu amo e odeio os cavalos no xadrez. Estão sempre aprontando alguma. Veja que nesta jogada eu fiz um xeque com um cavalo em d5. Note que ele não tem com ser capturado, o oponente é obrigado a mover o rei e a rainha dele é a próxima vítima. =D


Um cheque pastor evoluído, hehe. Primeiro eu não estava acreditando que o meu oponente estava me permitindo tal posicionamento, em vários lances ele mostrou ser um bom jogador. Eu até estava pensado que ele poderia estar usando um programa pois em jogos contra computadores já passei por situações em que ganhei um bom posicionamento e depois o computador fez um xeque atrás de outro a té vencer.

Mas não foi este o caso, consegui com a rainha atacar a casa mais vulnerável a f7 e depois parti para o golpe final em f8.
Vitória final na quarta partida. Nesta o oponente parecia estar mais atencioso e esperto. Então procurei trocar peças de cuidadosamente para melhorar a minha posição, até que com um peão em conjunto com o meu rei, minha torre e minha rainha eu resolvi a parada.

Foram partidas muito agradáveis e equilibradas em uma mistura de conforto e desafio entre um lance e outro. Momentos em que parecia tudo perdido eu encontrava uma solução para amenizar os ânimos e ir virando a partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por comentar