29 de fev de 2012

Jesus O Cristo visitando as Américas.


8 de fev de 2012

Joinville, mais conhecida como Chuville.

Tenho andado preparado todos os dias, tendo sempre à mão o acessório obrigatório a todo morador desta bela, quente e chuvosa cidade. O guarda-chuva.

Ontem sai de casa para o trabalho, e mesmo sendo de manhã bem cedo, o sol já fazia o rosto arder um pouco. Mesmo assim carregava em meu pensamento:
- Preciso do guarda-chuva sempre comigo, por que moro em Joinville, não posso vacilar quanto a isso.

Beleza, eu carreguei o guarda-chuva, mas fiz uma coisa diferente. Como o meu trabalho é um tando liberal, além de estar vestindo bermuda, resolvi ir calçado com sandálias de borracha, as boas e velhas Havaianas.

E advinha o que aconteceu? ...

Sim, choveu, trovejou forte, a luz oscilou e o nobreak reclamou disso tudo. E não foi por muito tempo. Nem mesmo apanhei chuva forte em nenhum de meus caminhos, só chuviscos. Mas a questão é que, não estava eu lá muito bem calçado para o caso de apanhar uma chuva mais forte.

Seria isso um aviso para calçar bem os pés conforme o que é apresentado em Efésios 6:11-15?
Ou apenas a velha encrenca que a chuva faz com o povo daqui: "Saia levemente despreparado e eu vou  pra cima de ti".

Isso passou em minha mente hoje pela manhã, bem rápido. Mas aprendi que é importante anotar estas impressões de nossos pensamentos.

Agora tratando de praticidade, as Havaianas são mais resistentes à chuva do que os calçados digamos que... Mais convencionais.

Mas de qualquer forma, Joinville é Joinville. Não pode dar bobeira aqui, é preciso estar sempre preparado para ela, a chuva. Seja de mansinho, seja com toda a sua vontade; seja para passar umas férias ou só o fim de semana. Ela adora a nossa cidade, esta sempre por aqui. Por isso joinvilenses ou 'chuvilosenses', estejam sempre preparados para ela, a chuva, em todos os aspectos.

Foto: Chuva recebendo joinvilenses ao voltarem de viagem. Autor: Alguém que a minha esposa conheceu na ACIJI.

2 de fev de 2012

Destreza X Velocidade do condutor.


Antes de mais nada:

Entenda CONDUTOR como uma pessoa de qualquer sexo ou idade (espera-se que seja maior de 18, se não for o caso, pelo menos tamanho suficiente para alcançar os pedais e ainda enxergar alguma coisa através do vidro para-brisa.)

Entenda DESTREZA como habilidade, agilidade, aptidão ou capacidade de percepção, de notar, que o indivíduo possui.

A destreza é uma qualidade extremamente bagunçada no condutor, este deve possuir o mínimo para conduzir um veículo, seja ele motorizado ou não. (E se você se encontra no modo andarilho/pedestre também deve ficar atento aos que correm sem auxilio de nenhum veículo).

Digo que a destreza de um condutor é bagunçada poque estando uma pessoa no modo condutor, passa a existir uma nova destreza, que parte do conjunto condutor + veículo. Ela pode ser considerada reduzida, porque parte dela o condutor destina ao veículo. E ela também é inversamente proporcional a velocidade ao estado de conservação do veículo e as capacidades do mesmo.

Sem falar nos agravantes idade, estado mental, saúde, peso, distrações, stress, achar que esta em São Paulo - SP quando na verdade esta em Joinville - SC, achar que a sur habilitação é tão velha quanto você, etc...

Com todos estes fatores que reduzem a destreza de um condutor, vamos a um rápido estudo de caso.

Se você estiver andando tranquilamente em uma calçada e for surpreendido por um ciclista que vem em sua direção. O que você faz?

a) Desvia pro mesmo lado que o ciclista desviou, depois desvia novamente, e desvia mais uma vez e desvia uma terceira vez. Acaba por derrubar o ciclista que te leva junto para o chão e um dos dois leva uma "pneuzada" na cabeça.

b) Sai correndo na mesma direção que o ciclista segue, na esperança de que ele não te alcance e quem saber virar naquela esquina que você acabou de passar.

c) Agita freneticamente os braços e pula para sinalizar ao ciclista a sua localização.

d) Ignora o ciclista e continua caminhando tranquilamente em linha reta, como se o ciclista não estivesse vindo em sua direção. Afinal ele te viu muito antes de você o ter percebido, e  já decidiu por onde vai desviar de você ou se vai tomar outra ação.

Obviamente a alternativa correta é a “D”.

Com todos os fatores que já expliquei, reduzindo a destreza do condutor, este toma, ou pelo menos deveria tomar decisões muito antes daqueles em menor velocidade.

Uma frase que eu ouvi no meio da aviação diz:

Seu avião não pode chegar a um local sem que o seu cérebro tenha passado por lá 5 minutos antes.

Condutores de demais veículos, por favor façam o mesmo.