18 de jan de 2012

Como é agradável ensinar.

Principalmente quando se trata de uma pessoa aberta a aprender. Mesmo com quem sabe apenas um pouquinho a mais.

Por isso no print deste jogo (no fim do post), deixo o nick name da oponente aparecendo, porque ela é gente boa. E quando alguém é gente boa, merece que os outros saibam que o é.

Papo descontraído, oportunidade de ensinar o básico de algo e alguém que quer aprender. Disso pode nascer uma amizade.

Por isso segue este post para a Bia Cavalcantti.

Desculpe não ter feito o print em que te ensinei o xeque pastor. Força do hábito de tirar print da vitórias, (risos), porque para te ensinar, te fiz ganhar a partida com o xeque pastor.

Aproveitando este post, vou explicar uns termos que usei em nossa conversa durante as partidas.

"Só sei do roque, do garfo, do pastor e do giuoco piano."

Bom... o roque e o pastor você já sabe.

O garfo é uma jogada que normalmente se faz com o cavalo. O principio básico é atacar duas peças ao mesmo tempo, e isso me faz amar e odiar os cavalos. Colocando um cavalo protegido na casa C2, pode se fazer um xeque, o oponente é obrigado a mover o rei e depois disso mata-se a torre.

O exemplo desta imagem esta no lado oposto ao que explique,
mas serve para ilustrar.
E também foi o primeiro print que achei com uma joga dessas.

O giuoco piano é a abertura de jogo mais comum. Peão do Rei para a casa E4 e depois o Bispo do Rei para a casa C4. E dai prossegue conforme o que for preciso se defender ou puder atacar.


Explicados uns termos; segue o print das nossas partidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por comentar