20 de dez de 2011

Um xeque mate não tão esperado assim.

Tendo em vista o ranking do oponente, eu não esperava que ele se deixasse levar pelas jogadas tão amadoras e comuns que usei. Segue o print.


Praticamente um xeque pastor, atacando a casa mais vulnerável do início das partidas de xadrez, a F7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por comentar